domingo, 6 de janeiro de 2013

Como eu me encontro meio enferrujada, talvez deva começar com UAU, igual como tem em um livro que estou lendo: Uma vida sem limites. Pode ficar bem a vontade para ler, ele ensina muito sobre como viver a vida, coisa que poucos sabem como fazer hoje em dia, não que eu saiba vale salientar. Ou quem sabe desejando parabéns ao meu namoro, que hoje por ser ainda dia seis de janeiro para mim (eu não dormi) esta completando 37 meses. Valeu aí por aturar toda a minha grosseria, te amo! Que tal uma retrospectiva? Ou seria melhor um desabafo? Melhor mesmo deveria ser procurar uma analista, mas pra essas coisas tem que pagar e caro, pra que eu tenho amigas mesmo? (rsrs) Eu não sei se ao certo a palavra é saudade, eu aprendi a não sentir isso quando descobri que esse sintoma quase me leva a depressões, é, então não é saudade, mas sentir falta de algo não é a mesma coisa? Enfim, eu não vou começar escrevendo todas as coisas que desejo para mim, minha família e amigos em 2013, acho isso tão clichê. Vou começar escrevendo todas as coisas boas e ruins que me aconteceram, fica melhor? Ou quem sabe todas as coisas que pretendo modificar na minha vida por simplesmente "tomar um chá" de consciência... Aprendi que realmente, nem tudo que parece é, e que sim, a maldade esta na mente e não exposta em um sorriso. Tantas decepções, tantos problemas simples que você torna imenso por não ter conhecimento. Prometi a mim mesma, que vou afastar de mim todas as coisas que me fazem pensar e me deixam em duvida, isso provavelmente não me faz bem. Mas o que me faz bem? Nem eu mesma sei mais. Será que aturar todas as coisas que não são certas, só porque mais na frente você acha que elas podem mudar pra melhor é a coisa correta? Quem hoje dia você pode chamar de amigo? Aquele amigo pra todas as horas, que você sabe que pode confiar de olhos fechados, que vai falar tudo que pensa daquela situação na sua cara, que não vai se importar de perder uma noitada ótima só pra te ver desabafar a noite toda. É normal duvidas irem e voltarem, tudo na vida é baseado em porquês... Deve ser muito pior quando você absolutamente não sabe o que fazer em nenhuma situação. Você não sabe como lidar com seus problemas em casa, não sabe como lidar com o seu relacionamento que se encontra misteriosamente abalado, não sabe como lidar com as amizades que se afastam, não sabe como lidar com o seu cachorro que esta doente, não sabe como lidar com uma cadeira da faculdade que esta atrasada, não sabe como lidar com o seu chefe no trabalho; tudo isso só vai levar a fazer besteiras, ou para esquecer ou para chamar a atenção de alguém que talvez note que você se encontra com problemas e queira te oferecer um mero ombro amigo... [CONTINUA]

Nenhum comentário: