sábado, 29 de agosto de 2009

Sem título

Eu não quero pra mim uma pessoa que todo mundo ame, afinal todo mundo vai "sofrer" junto e sofrer coletivo não é uma coisa muito legal.
Sempre quis pra mim uma pessoa única, que pudesse me proporcionar os momentos mais únicos, que me fizesse chorar tanto de alegria como de tristeza ao lembrar se um simples fato.
tive muitas pessoas em minha vida, pessoas que ao me olharem me enlouqueciam, me deixavam com gosto de quero mais e me faziam sonhar acordada, pessoas que deixavam em mim momentos pra lembrar e até compartilhar se me fosse conveniente...
A vida tem dessas coisas, as veses você quer o inesperado, o tal, o "coisa"... o tudo!


Estou aqui, na madrugada na casa de uma amiga, olhando pra pessoas diversificadas, que me proporcionam momentos felizes e que vou levar pro resto da minha vida. Querendo um tal ser que não consigo saber quem. Feliz, porem sozinha em meio de muitas pessoas.

Beber me faz bem por segundos e me faz escrever bem por horas, se eu souber escrever e souber como expressar.

Sim, estou feliz, mas como sempre, me falta algo. E fim, vou beber e procurar esquecer.

Boa noite!

Um comentário:

clariinha.santana disse...

Todo mundo passa por isso e 'beber' é tipo um remédio que que os seus 'efeitos' anestesiam certos vazios da gente... Ahh, e se beber te faz escrever assim, continue bebendo porque eu adorei o texto ;) Teu blog tá lindoo, de parabéns:]